Compartilhe Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Linkedin
Cultura Maker: o aluno como protagonista do seu processo de aprendizagem

Cultura Maker: o aluno como protagonista do seu processo de aprendizagem

Metodologias
Cultura Maker: o aluno como protagonista do seu processo de aprendizagem

2 meses atrás 3 min de leitura

Imagine que você está em casa, sentado no seu sofá e olhando para aquela parede branca. Então, você pensa: e se eu pintasse essa parede de azul? O próximo passo é pesquisar referências, ideias e dicas na internet de como pintar uma parede, certo? Para isso, suas fontes serão vídeos e artigos baseados no conceito “Do It Yourself” (DIY), ou no português, “faça você mesmo”.

Mas não se engane! Esse movimento não é limitado apenas ao mundo virtual. Pelo contrário, a tendência mundial é a inovação. E para isso, é preciso que as pessoas sejam autônomas, criativas e capacitadas para resolver conflitos através do desenvolvimento de ideias e projetos. 

Nesse sentido, a Cultura Maker, termo derivado do inglês que significa “fazer”, é centrada no conceito de “mão na massa” e é cada vez mais incorporada aos espaços de educação e ao mercado de trabalho.

Na educação, o Maker faz parte de uma metodologia ativa, onde o aluno é protagonista do seu processo de aprendizagem e é estimulado à pesquisa.

Quer entender o que são esses conceitos e saber como fazer parte da Cultura Maker? Então, acompanhe este artigo!

A educação fundamentada no fazer

Existem diferentes formas de aprender: lendo, ouvindo, imitando, memorizando, e uma das mais promissoras no cenário educacional, é experimentando, ou, fazendo.  Dessa forma, ao experimentar e colocar a “mão na massa”, o aluno constrói saberes através de processos investigativos, é essa a essência do Maker.

Mas, na prática, como funciona?

De forma colaborativa, os estudantes das oficinas Maker identificam problemas e buscam soluções para eles. Assim, pesquisam, levantam hipóteses, testam e compartilham o aprendizado entre as equipes. Tudo isso, em um espaço inovador e colaborativo.

Quais os benefícios da cultura Maker para os alunos? 

Na cultura Maker, os alunos têm a possibilidade de aperfeiçoar suas habilidades e ampliar suas perspectivas, aumentando a sua confiança no próprio potencial. 

Nesse sentido, as oficinas promovem:

  • A autonomia dos alunos;
  • Estímulo à criatividade;
  • Desenvolvimento do trabalho em equipe;
  • Inteligência emocional;
  • Pensamento crítico;
  • Competências diretamente relacionadas à inovação tecnológica. 

Confira o que dizem os alunos das oficinas Maker do SESI/SC.

 

O Movimento Maker no SESI/SC: Conheça as oficinas

Com um portfólio de oficinas ainda maior em 2021, as oficinas do Maker SESI/SC contemplam todos os públicos: crianças, jovens e adultos. Nelas, o aprendizado é baseado na resolução de conflitos, desenvolvendo habilidades de um jeito inovador e criativo.

5 oficinas que são um sucesso entre as crianças e adolescentes

1. Maker Start: trabalha competências socioemocionais, através de projetos nas áreas de exatas, humanas e tecnológicas. 

2. Maker Robótica: os alunos estimulam sua criatividade e dão vida às suas ideias com trabalho colaborativo e habilidades de pesquisa científica.

3. Maker Tecnologia e Robótica: os alunos vivenciam, na prática, conceitos de engenharia, física, matemática e design. Assim, desenvolvem raciocínio lógico, analítico e crítico.

4. Maker Startup: os alunos desenvolvem visão crítica, liderança, imaginação e capacidade de adaptação e empreendedorismo.

5. Maker Lab: desafios mão na massa para resolver em casa! Com os kits do Maker Lab, os alunos desenvolvem o raciocínio lógico e a capacidade de solucionar problemas construindo protótipos de maneira criativa e desafiadora. 

Como levar a cultura Maker para a sua realidade?

Através do SESI/SC, você pode levar o Maker para a sua escola, empresa ou município!

A metodologia Maker do SESI possui experiência comprovada. Além de ser uma instituição reconhecida, com credibilidade no mercado, o SESI dispõe da infraestrutura e das tecnologias necessárias, assim como, docentes altamente capacitados para conduzir os projetos.

As oficinas são personalizadas de acordo com as necessidades da sua instituição.

-> Invista na capacitação e desenvolvimento de competências dos seus colaboradores. Ou ainda, ofereça como benefício para seus dependentes.

-> Desenvolva as melhores habilidades dos seus alunos.

-> Eleve o índice de educação do seu município.

Ficou interessado? Conheça todas as vantagens de levar uma forma diferente e inovadora de aprender e ensinar para a sua realidade.

Tags