Curso de Eletricista: saiba qual o melhor e descubra tudo sobre a profissão

Curso de Eletricista: saiba qual o melhor e descubra tudo sobre a profissão

Cursos Rápidos
Curso de Eletricista: saiba qual o melhor e descubra tudo sobre a profissão

19/08/2022 3 min de leitura

O curso para se tornar um profissional responsável por instalações elétricas é bastante procurado há vários anos. Mas você sabia que não existe apenas um tipo de curso para seguir nessa profissão?

Se você deseja se tornar um eletricista profissional e quer saber tudo sobre o curso, as melhores instituições, a profissão, o salário e o mercado de trabalho, está no lugar certo.

Muitas pessoas ainda têm dúvidas sobre a profissão de eletricista. Principalmente dúvidas relacionadas à formação necessária, ao salário médio e as possíveis áreas de atuação. Então, vamos lá!

O que faz um eletricista?

Eletricista é o profissional responsável por executar instalações, reparos, vistorias e manutenções de sistemas elétricos, tanto residenciais e prediais quanto industriais. 

Mas não para por aí, o profissional que trabalha de forma autônoma também desempenha as partes administrativa e comercial da profissão, além da parte técnica, portanto, precisa estar capacitado para isso em um bom curso de eletricista. Por isso, é tão importante uma qualificação profissional de excelência.

Algumas das atividades cotidianas desse profissional são:

  • Conserto de equipamentos elétricos;
  • Análise e interpretação de desenhos técnicos de fiação e instalações;
  • Elaboração de orçamentos e manutenção de maquinário elétrico industrial;
  • Elaboração e execução de pequenos projetos elétricos;
  • Instalação e reparação de peças, componentes e equipamentos eletrônicos;
  • Manutenção preventiva, preditiva e corretiva;
  • Vistoria de instalações;
  • Reparos em redes de distribuição de energia.

Leia também ++ Eletrotécnica ou eletromecânica: qual curso técnico escolher?

Possibilidades de atuação para um eletricista

Um eletricista pode trabalhar como autônomo em serviços para residências, em empresas de manutenção, em indústrias, na construção civil ou ainda prestar concurso público.

Hoje, basicamente, a profissão se divide em três grandes áreas de trabalho: eletricistas residenciais, eletricistas prediais e eletricistas industriais. Dentro desses três campos, o profissional ainda pode executar diferentes tipos de serviços.

Há ainda algumas especializações mais específicas, como o eletricista de automóveis ou o eletricista naval, especialista em instalações e reparos de circuitos e equipamentos elétricos em empreendimentos navais e offshore.

O que faz um eletricista residencial?

O profissional eletricista residencial trabalha realizando as atividades cotidianas citadas acima em residências (casas ou apartamentos). Costumam ser serviços bastante procurados, principalmente, para profissionais autônomos

Eletricista predial

O eletricista predial, além de precisar ter pleno conhecimento sobre instalações elétricas, da elaboração a execução e manutenção, também deve ter entendimentos das estruturas e, é claro, das normas vigentes. A complexidade de uma instalação elétrica predial é bem maior do que uma residencial.

Além das construções e edificações, esses profissionais também podem trabalhar em empresas de telefonia, que é uma área que demanda bastante mão-de-obra qualificada de eletricistas e está em constante expansão. 

Eletricista industrial

Já o eletricista industrial, deve ter o conhecimento técnico, principalmente, para realizar manutenções preditivas, corretivas e preventivas, reparando instalações elétricas e máquinas industriais.

Portanto, o conhecimento técnico que o eletricista industrial precisa ter, é mais amplo. Abrange motores elétricos, máquinas de solda, pontes rolantes, fresas, tornos e prensas.

Características de um bom eletricista

Em um mercado bastante competitivo, se destacam os bons profissionais.

Um bom eletricista deve:

  • Ser organizado e ágil
  • Ter o raciocínio lógico bem desenvolvido pois precisará fazer cálculos de maneira eficiente
  • Se comunicar bem pois lida diretamente com o público e precisa saber explicar seus serviços e sanar todas as dúvidas dos clientes;
  • Saber elaborar e apresentar orçamentos justos e bem fundamentados;
  • Conhecimento sobre a legislação e normas da área elétrica;
  • Entender sobre os equipamentos de segurança individual (EPI) e procedimentos de segurança, pois é uma área que apresenta riscos;
  • Saber lidar com diferentes equipamentos inerentes a profissão.

Como se tornar um eletricista

Para se tornar um eletricista, você pode fazer um curso técnico, profissionalizante ou graduação em engenharia elétrica.

Leia também ++ EJA Profissionalizante: saiba tudo sobre a modalidade

Melhor instituição para fazer um curso de eletricista

Uma instituição renomada e tradicional na oferta de cursos para eletricista, é o SENAI. 7 em cada 10 alunos formados pelo SENAI, estão empregados.

O SENAI oferta desde o Curso Técnico em Eletrotécnica, quanto diversos Cursos Rápidos na área: eletricista instalador predial, eletricista industrial, eletricista naval, eletricista de automóveis, eletricista instalador automotivo, eletricista residencial básico.

Os Cursos Rápidos são destinados a quem precisa desenvolver uma habilidade em específico, para complementar um conhecimento ou ainda para desenvolver uma nova competência.

Para conferir todos os cursos que o SENAI oferta nessa área, clique aqui.

Grade curricular do Curso Técnico em Eletrotécnica

O Curso Técnico em Eletrotécnica tem duração de dois anos e conta com as seguintes disciplinas:

1º semestre:

  • Comunicação Oral e Escrita
  • Eletricidade
  • Leitura e Interpretação de Desenho 
  • Qualidade, Saúde, Meio Ambiente e Segurança no Trabalho (QSMS)

2º semestre:

  • Instalações Elétricas Prediais
  • Projetos Elétricos Prediais
  • Segurança em Eletricidade

3º semestre:

  • Acionamento de Dispositivos Elétricos Automatizado
  • Instalações Elétricas Industriais
  • Projetos Elétricos Industriais

4º semestre:

  • Eficiência Energética
  • Gestão da Manutenção
  • Instalações de Sistemas Elétricos de Potência (SEP)
  • Manutenção Elétrica Predial e Industrial
  • Manutenções e Operações de Sistemas Elétricos de Potência (SEP)
  • Projetos de Sistemas Elétricos de Potência

Licença para eletricistas

Para atuar na área, é necessário que o profissional obtenha a Carteira de Aptidão Profissional. Para isso, é necessário a realização de testes que comprovem o conhecimento na área. Os procedimentos variam de região para região.

Quanto ganha um eletricista?

Segundo pesquisas de sites que acompanham os salários de diferentes profissões no Brasil, a média salarial para a profissão de eletricista é R$2.095,33. O teto salarial pode chegar a R$3.988,31.