Compartilhe Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Linkedin
SESI SENAI oferece apoio psicossocial aos estudantes do Ensino Médio

SESI SENAI oferece apoio psicossocial aos estudantes do Ensino Médio

Ensino e Gestão
SESI SENAI oferece apoio psicossocial aos estudantes do Ensino Médio

1 mês atrás 3 min de leitura

Em tempos de pandemia, os estudantes do terceiro ano do Ensino Médio também precisam se preocupar com provas, vestibulares e ENEM. Pensando nisso, o SENAI Lages lançou um novo projeto direcionado aos jovens, visando oferecer apoio psicossocial individualizado. 

Por meio de ligações telefônicas quinzenais, a área de psicologia da instituição entra em contato com os estudantes, e procura compreender como está sendo a rotina deles neste período de quarentena. Para lançar o projeto, a unidade realizou uma live e contou com a participação da psicóloga Danielle Sobotca, da orientadora do Ensino Médio Maira Ribas e do professor Edenir Espíndula. 

A seguir, você confere as principais informações do evento e entende como funciona o projeto.

Desafios do ensino à distância para os estudantes

Para os alunos do terceiro ano do Ensino Médio, a pandemia chegou como um balde de água fria. A psicóloga Danielle Sobotca comenta: “Vocês iniciaram esse ano com planos, com objetivos e ideias de como seria o tão esperado terceirão e, de repente, chegou o coronavírus”. A ansiedade, o medo e as frustrações já seriam comuns nessa época da vida dos jovens e, com a crise atual, podem acabar sendo potencializadas.

Além do estresse gerado por conta das provas de universidades e das decisões a serem tomadas com relação à carreira, os estudantes também relatam as dificuldades de focar nos estudos em casa e nos conflitos que acabam surgindo com a família.

Por tudo isso, o SESI SENAI organizou um encontro online para conversar sobre todas essas emoções de forma descontraída, e entender um pouco mais sobre como é possível lidar com elas. Entenda a seguir!

Como lidar com as emoções no período de quarentena?

O primeiro passo, de acordo com a profissional Danielle, é entender se a sua ansiedade está acima do normal. 

E como saber se a situação está fora do controle? Bem, quando isso está atrapalhando a sua vida de alguma forma, explica a psicóloga. Ela diz: “Será que você está dormindo demais, ou de menos? Está comendo muito… ou pouco? Está com dificuldades nas relações em casa?” – esses pontos podem ser sinais de que os sentimentos estão interferindo e é hora de refletir.

Quando você se der conta dessas emoções, siga alguns conselhos para lidar com elas:

  1. Tenha paciência com você: é completamente normal estar ansioso nesse momento. Permita-se sentir suas emoções!
  2. Filtre as informações: devido aos estudos, você precisa estar em contato com novas informações a todo momento. Mas procure focar também em conteúdos positivos, pois o excesso de notícias ruins tende a tirar o seu controle, e é aí que vem a ansiedade. 
  3. Mantenha uma rotina: dessa forma, você retoma a sensação de controle. Acorde nos mesmos horários, estude, pare para fazer refeições e tenha momentos de lazer.

Ademais, o professor Edenir comenta: “Em todos os momentos da vida nós precisamos de resiliência… Mas agora, precisamos dela mais do que nunca!”. E ele complementa: 

“Vocês são capazes, vocês são feras, vocês arrebentam com tudo. Eu conheço cada um de vocês, e eu sei da capacidade que existe em vocês.”

Os profissionais também ressaltam os aprendizados que podemos tirar de toda a situação. Para eles, as crises são uma oportunidade de desenvolvimento, e essa também tem vantagens, como: 

  • Consciência social: estamos conversando a todo momento sobre como nossas ações impactam na vida do outro e no quanto as ações do outro vão impactar em nossa vida. Agora, mais do que nunca, é preciso pensar no bem-estar comum.  
  • Valorização da ciência: com a busca pela vacina contra o coronavírus e os tratamentos, estamos entendendo a importância dos estudos científicos, da comunidade médica e de outros inúmeros profissionais.
  • Controle emocional: com a pausa, temos a oportunidade de olhar mais para nós mesmos, parar para entender as nossas relações e a nossa vida.

Assim, fica mais leve enfrentar a quarentena e focar nos estudos para os vestibulares. Juntos, mesmo a distância, poderemos criar uma rede de apoio entre as famílias e a escola.

Sobre o projeto de apoio psicossocial

O projeto de apoio psicossocial aos estudantes do Ensino Médio do SESI SENAI Lages começou em maio e, inicialmente, destina-se a cerca de 50 alunos do terceiro ano. 

Nas ligações, a psicóloga procura entender se eles estão conseguindo se adaptar à nova rotina, e se estão vivenciando alguma dificuldade, como ansiedade, angústia e problemas de alimentação ou sono. A partir dessas informações, são elaboradas ações de apoio aos jovens, como o envio de materiais para leitura, tarefas envolvendo mudanças de comportamento e reflexões sobre o problema enfrentado por eles.

O contato é feito quinzenalmente com grande parte dos estudantes, mas, em alguns casos pontuais, a conversa é realizada semanalmente. Embora o projeto não possa abranger a todos nesse começo, ele é fundamental para fortalecer a rede de apoio dos estudantes. 

Para finalizar, fica aqui o recado aos estudantes: nosso canal está aberto e à disposição de vocês, assim como os profissionais de psicologia e os orientadores educacionais, caso sintam necessidade. Seguimos todos juntos, mesmo a distância. Bons estudos e cuidem da saúde física e mental!